14 de ago de 2014

De repente a gente para, e começa a enxergar felicidade em coisas miudinhas.

De repente a gente para, e começa a enxergar felicidade em 
coisas miudinhas. Canto de pássaro, som de riacho, riso de criança.
Alguém que se lembrou da gente e trouxe aquele doce.
De repente a gente aprende que ser feliz é simples
E é tão bom quando a gente aprende isso. (Arnaldo Rabelo)